Fomos criados para adorar a Deus

Ministração: Pr. Ronaldo
Texto Base: Romanos 12:1


Romanos 12:1 – “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.”

Culto racional é o que Deus espera receber de nós. Na maioria das vezes vamos ao culto com a intenção de receber algo de Deus. Entretanto, precisamos entender que o culto é para Deus. Ele espera algo de nós.

Às vezes, nos perdemos na correria do cotidiano e perdemos a sensibilidade de que somos chamados para adorar a Deus. Nosso próprio fôlego de vida é para adorar, mas canalizamos para outras coisas.

Fomos capacitados para atrair a presença de Deus

Paulo olha para os romanos e vê a necessidade de falar e dar estas instrução ao povo. A conduta deles denunciou algo que chamou a atenção de Paulo.
Adoração é algo que Deus quer em todo tempo e em todo lugar. O motivo de estarmos na igreja é de oferecer algo de valor a Deus.
No jardim do Éden o homem desfrutava da presença de Deus e Deus da adoração do homem. Até que veio o pecado e Adão não teve mais o que oferecer a Deus. O louvor foi rompido
dos lábios do homem como consequência da sua queda.
Nós temos o fôlego de vida, então temos a obrigação de adorar e louvar ao Eterno. (Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor. Louvai ao Senhor. Salmos 150:6)

Precisamos rever nossa conduta como adoradores

Quando temos consciência do que é adoração passamos orar diferente, a ler e entender a Bíblia diferente. Nossa conduta muda, nossos sonhos e desejos mudam.
Para adorar precisamos voltar a essência. Somos dotados de dons e talentos para tal. Porém, estamos sufocados por ações que nos afastam da adoração, como por exemplo: o receio do que as pessoas irão pensar, ou vergonha de falar em línguas, ou até mesmo levantar as mãos. Nosso coração precisa ser desobstruído. Precisamos dar o primeiro passo: restaurar o altar, o resto é com o Senhor.

II Crônicas 7:14 – E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.

Deus quer nossa humilhação, a purificação do altar, o qual muitas vezes está contaminado com nossas intenções, motivações erradas, como por exemplo adoramos ao cantor. Essas coisas nos tem roubado o desejo de adorar ao Senhor. Precisamos rever nossas motivações. “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.” João 4:23

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.