Compreendendo Hosh Hashaná – Ap. Levi Oliveira

Palavra de G.C. (09.09.2018): Compreendendo Hosh Hashaná

Texto Base: Lv 23:24,25 – “Diga também aos israelitas: No dia primeiro do sétimo mês vocês terão um dia de descanso, uma reunião sagrada, comemorada com toques de trombeta.
Não realizem trabalho algum, mas apresentem ao Senhor uma oferta preparada no fogo”.

Reflexão:
Hosh Hashaná significa literalmente “cabeça do ano” (ano novo). Esta data foi estabelecida por considerar o dia em que toda a criação foi completada e o homem passou a existir, portanto, podemos considerar o aniversário da humanidade. Deus estabeleceu esta data para determinar o julgamento do todo homem. Nela, os livros dos registros das pessoas são abertos diante do Senhor anualmente para fazer um balanço dos feitos do homem. Três livros são abertos: 1) o livro dos registros dos justos (aqueles que viveram de forma justa diante de Deus e dos homens), estes são selados nos livro e recebem decretos de bênçãos de Deus para o próximo ano; 2) o livro dos iníquos (aqueles que viveram a praticar maldades e rebeldias contra Deus e contra o próximo), estes recebem decretos disciplinares do Senhor para um ano inteiro, certamente será um ano difícil; 3) o livro daqueles que a balança está equilibrada (aqueles que tanto tiveram atos justos como atos maus), estes deverão entrar em contrição e quebrantamento diante do Senhor.
Seguindo este dia o Senhor estabelece 10 dias para os homens entrarem em consagração, arrependimento e conserto com as pessoas que estejam em falta. Depois destes 10 dias vem Yon Kipur (dia do perdão), é quando a sentença entra em execução.
Cremos que todas estas datas não são apenas simbólicas, mas são uma forma pedagógica de revelar ao homem como é que Deus trata da disciplina dos seus filhos. Ele é um Pai amoroso, mas ao mesmo tempo severo. É o pai que tem regras claras para seus filhos e que quando necessário os disciplina para poder traze-los de volta para o caminho justo.
Devemos considerar estes dias e aproveitar para entrarmos num propósito de consagração pessoal e de consertarmos tudo o que for necessário para obtermos do Senhor o seu favor, e assim, termos um ano abençoado e de paz.
Voltemo-nos de todo o coração para o nosso Deus e para o próximo!!!

Questões:
1. Você acha importante o arrependimento? Por que?
2. Que tipo de atitude nós devemos apresentar diante de Deus e dos homens em especial nestes dias?
3. Como você compreende a ação disciplinar de Deus sobre nós? Com medo ou com temor? Necessária para nos manter no caminho ou simplesmente punitiva?

Lembretes:
1) Recepção calorosa, especialmente com os visitantes;
2) Louvor com liberdade e alegria
3) Compartilhamento da Palavra em forma de debate
4) Oração por causas específicas do grupo
5) Oferta
6) Dar avisos

Avisos:
1- Rede de Mulheres – 13/09, 20h
2- Treinamento para evangelismo em escolas – 22/09, 9h
3- Festa dos Tabernáculos – 30/09, 19h

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.