Não endureça o seu coração, para não perder a sua alma       –      Pr. Edisson Bastos

Não endureça o seu coração, para não perder a sua alma       –      Pr. Edisson Bastos


Textos Chave:

Deuteronômio 9:23,24

Mateus 16:26

 

A maior arma utilizada por Satanás para afastar os homens de Deus é preencher a sua mente com incredulidade, o  que leva à desobediência e a rebelião contra o Senhor, o que, por consequência, gera um endurecimento no coração.

Em Deuteronômio 9:23,24, encontramos nesta porção da Palavra de Deus, a queixa de Moisés contra aquele povo de coração endurecido, rebelde e desobediente. Deus havia prometido aos Israelitas, que os livraria de todos os inimigos e lhes daria uma terra perfeita por herança (Dt 4:38 “…para expulsar de diante de vocês nações maiores e mais fortes, a fim de fazê-los entrar e possuir com herança a terra delas, como hoje se vê.”   Porém, quando chegaram a Cades-Barnéia, sentiram medo. Em vez de ouvirem a voz de Deus, preferiram escutar o relatório de dez homens e acabaram perecendo no deserto, pois a sua alma estava cheia de incredulidade.

Ainda hoje, Satanás se utiliza da mesma estratégia para roubar a alma das pessoas, fazendo com que os cristãos se recusem a ouvir a voz de Deus, rejeitando-a completamente e preenchendo a mente deles com dúvidas e incredulidade.

A incredulidade é um PECADO!  A incredulidade endureceu o coração dos israelitas e continua a endurecer corações até os dias de hoje. O escritor aos Hebreus nos alerta (Hb 3:7,8) Hoje, se vocês ouvirem a sua voz, “NÃO ENDUREÇAM O CORAÇÃO”

O Senhor Jesus quando falava aos seus discípulos: Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Mateus 16:26

A nossa alma abriga as nossas emoções, sentimentos, relacionamentos, paixão, amor, ódio. Tudo que vem do Espírito para chegar a nossa mente precisa viajar pela alma.

Esse alerta de Jesus é justamente sobre o cuidado que devemos tomar nos processos que fazem parte da nossa jornada na busca de “ganhar o mundo”, e que podem nos fazer “perder a alma” se não confiarmos no Senhor, deixando de ouvir a Sua voz e consequentemente endurecendo o coração por causa da incredulidade.

O Mundo ao qual o Senhor Jesus fala no texto, trata das coisas terrenas que buscamos conquistar. Fala das seduções que nos cercam, motivação pelos desejos, fama, poder, humanismo, etc. Coisas que desejamos conquistar e não já importam os meios que usamos para chegar no objetivo – essa é a estratégia do inimigo que destrói a nossa alma. Com isso endurecemos o coração e passamos a não confiar mais em Deus e também deixamos de ouvir a Sua voz. Perdemos as emoções e a capacidade de amar a Deus e ao próximo.

Essa morte da alma, traz um prejuízo gigantesco, para nós, para nossa família e para todos os que nos cercam. Muitos casamentos são desfeitos. Muitos filhos tem problemas sérios no relacionamento com seus pais e acabam mergulhando em vícios, prostituição, drogadição. Enfim muitos lares são destruídos por conseqüência da alma que se perdeu.

Questões:

1) Alguma vez você já presenciou uma situação em que alguém desejava muito alguma coisa e depois de conquistá-la acabou frustrado e com perdas na família ou relacionamento com  as pessoas?

2) Você mesmo, já sofreu perdas por conta estar com o coração endurecido? Podes compartilhar a experiência?

3) Na sua opinião o que devemos fazer para não perdermos a “alma”?

 

 

 

Lembrete:
1. Recepção calorosa, especialmente com os visitantes;
2. Louvor com liberdade e alegria
3. Compartilhamento da Palavra em forma de debate
4. Oração por causas específicas do grupo
5. Oferta
6. Dar avisos

AVISOS

1. Jantar de Casais 09/06 – Vagas limitadas
2. Batismo nas águas 10/06

 

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.